Precisamos atrair os jovens para fazer agricultura

Esquerda
 

A Plataforma 2018: Brasil do Amanhã debateu o tema Alimentação, no dia 13 de agosto, no auditório do Museu do Amanhã, das 18h às 21h. 

Na ocasião, Eduardo Mansur, diretor de Água e Solos da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), defendeu a mudança de hábitos alimentares, pediu mais incentivos para a prática e o conhecimento da agricultura e avisou que não falta comida no mundo.

Segundo ele, uma mudança de hábitos alimentares é fundamental. Devemos imitar e aprender com os países que praticam uma alimentação diversificada, mais saudável, como os da dieta mediterrânea. As políticas públicas podem ter um grande papel, que tanto pode ser de incentivo à alimentação saudável e à sustentabilidade como de desincentivo a maus hábitos alimentares.

Mansur também acredita que precisamos atrair os jovens para fazer agricultura e levar inovação a essa área, para que ela seja atrativa e revolucionária. Para isso, a agricultura deve ser valorizada de modo diferente do que é hoje. "O Brasil deve explorar sua enorme biodiversidade e continuar sendo um grande produtor e exportador de alimentos mundial. Nós temos muito para oferecer no campo da alimentação", ponderou. 

2018: Brasil do Amanhã - Agricultura Sustentável

2018: Brasil do Amanhã - Desequilíbrio Nutricional

2018: Brasil do Amanhã - Eduardo Mansur