A pauta das alterações climáticas é prioritária

Esquerda
 

A Plataforma 2018: Brasil do Amanhã debateu o tema Florestas na noite de 17 de setembro de 2018, no auditório do Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro.

Na ocasião, André Ferreti, gerente de Economia da Biodiversidade da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, um dos mais duradouros programas de proteção de reservas ambientais, centrou sua atenção sobre a questão das alterações climáticas, um problema que já existe hoje, não é do futuro. E mostrou alguns exemplos de como incentivar negócios de impacto positivo na conservação do meio ambiente.

Ferreti frisou que a pauta das alterações climáticas deve estar na estratégia do país, porque se relaciona com outras coisas, como o desmatamento zero, a questão dos territórios indígenas e a agricultura de baixo carbono. "Não adianta pensar só em reduzir as emissões. É preciso investir em adaptação, porque o novo cenário climático já chegou e o maior desafio do Brasil é zerar o desmatamento", afirmou.

Equilíbrio ambiental

2018: Brasil do Amanhã - André Ferreti