2018: Brasil do Amanhã debateu Cidades e Mobilidade

Esquerda
 

Falta de mobilidade traz prejuízos econômicos e sociais

O quinto evento da Plataforma 2018: Brasil do Amanhã e quarto evento da Plataforma neste ano debateu Mobilidade Urbana e Cidades Inteligentes exatamente em um dia que houve paralisação parcial dos ônibus da cidade do Rio de Janeiro - dia 11 de junho - às 18h, no Museu do Amanhã. 

Com curadoria temática de Walter di Simoni, do Instituto Clima e Sociedade (iCS), o evento debateu as soluções que podemos esperar para melhorar a Mobilidade Urbana dos grandes centros e como isso se integra ao futuro das Cidades Inteligentes. 

A mesa de debates foi formada por Cláudio Frischtak (InterB), Washington Fajardo (WAU Agência Urbana), Clarisse Linke (ITDP Brasil) e Henrique Silveira (Casa Fluminense). A mediação foi da jornalista Raquel Novaes (GloboNews).

Repensar o modelo de cidades que temos hoje, bem como nossas políticas habitacionais, é fundamental para reverter o cenário cada vez mais engarrafado de nossas grandes e médias cidades. 

As propostas que surgiram deste encontro foram:

* Fomentar o desenvolvimento econômico de outras regiões fora dos grandes centros urbanos.

* Criar habitações para a população nos centros de cidade.

* Mais investimentos no transporte de massa.

* Maior incentivo ao transporte ativo e de baixo carbono (bicicleta e caminhadas).

* Atrelar políticas habitacionais com o desenvolvimento econômico para evitar grandes deslocamentos diários.

Faça a sua parte nas próximas eleições: exija de seus candidatos e candidatas o compromisso para o desenvolvimento de cidades inteligentes e com mais mobilidade. Vamos juntos construir o Brasil do Amanhã. 

Verde

2018: Brasil do Amanhã - Propostas para Mobilidade Urbana

Acompanhe ao vivo

Verde

Plataforma 2018: Brasil do Amanhã

A Plataforma 2018: Brasil do Amanhã foi criada para elevar o nível da pauta política de 2018. Esperamos que os debates realizados no Museu do Amanhã e as demais ações realizadas pela Plataforma 2018: Brasil do Amanhã nas redes sociais possam ajudar a esclarecer a sociedade e aproximá-la do processo político, pois, só assim, com a sociedade participando do processo político, conseguiremos transformar e melhorar o nosso Amanhã.

A Plataforma 2018: Brasil do Amanhã é uma iniciativa do Museu do Amanhã e do IDG, com apoio da Fundação Roberto Marinho, do iCS, do Cebds, da Globo e da GloboNews. 

Verde